Espetáculo “Parei, olhei, virei e fui!” provoca gargalhadas na Companhia de Artes!


Após cinco meses de dedicação à construção de seus palhaços, os formandos da turma do módulo um da escola Construindo seu Clown se apresentaram no espetáculo “Parei, olhei, virei e fui!” que esteve em cartaz sábado (14) e domingo (15) na Companhia de Arte, em Porto Alegre. Com direção do professor Rafael de Moura, os novos palhaços da cidade entraram em cena e arrancaram gargalhadas altas da plateia que interagia sem pudor. A regra era clara: ali, não haveria censura ao riso alto, ao riso solto. Você poderia ser quem realmente é!

As cenas eram um misto de exposição íntima de assuntos cotidianos e lúdicos, de criações com base nas particularidades de cada indivíduo-clown, e de algumas quebras cômicas propositais. Quem nunca chegou cheio de compras em casa derrubando tudo? Ou quem nunca se pegou varrendo a casa e cantando alto, sonhando ser um pop star? Ou tomou um refrigerante bem gelado depois do treino? Diante do próprio fracasso combinado à leveza do palhaço, o público aos poucos se conectava ao universo da graciosidade, da bondade, da criança que vive em cada um de nós, e se permitia entrar no jogo.

A técnica bem empregada, com pausas, dramaticidade, uso do silêncio e do tempo cômico, deixou dúvidas se foram realmente apenas cinco meses de curso. Além do bom uso do palco, era possível ver a cumplicidade entre os colegas nesse fim de ciclo que, como comentou Rafael “não vai garantir nenhum emprego, mas quando vocês olharem para esses diplomas lembrarão que podem ser felizes”. O que fica deste espetáculo é que o palhaço ainda vive, continua sendo o mestre do riso, e tela de led nenhuma é capaz de substituir o gosto das gargalhadas compartilhadas que se espalharam pelas cadeiras da Companhia de Arte no último final de semana. 

Vida longa à escola Construindo seu Clown, que siga plantando a sementinha da felicidade e fertilizando os solos dessa Porto que segue Alegre!

Por Luiza Dorneles! Foto de Daniela Barcellos


Jornalista

0 visualização

© CNPj 13.698.992/0001-14

Entre em contato:  (51) 99530.8508

Políticas de Privacidade
Termos de Uso